Um brinde de ano novo às startups.

Um brinde de ano novo às startups.

Ninguém duvida que 2020 ficará marcado na história como o ano da pandemia de covid-19 e da freada brusca na economia. Mas houve também muito a comemorar. Que o digam as startups brasileiras: a maioria continuou em ritmo acelerado de crescimento e muitas tiveram ainda mais combustível injetado. 

            Não é coincidência que justamente essas empresas tecnológicas, escaláveis e inovadoras foram as que melhor surfaram a onda disruptiva de 2020. A digitalização tornou-se um caminho sem volta e as soluções criativas e originais são mais que bem-vindas neste mundo em transformação. O campo está totalmente aberto às startups, que têm ainda mais chances de gols. 

            Vamos às boas notícias deste ano para o ecossistema brasileiro de inovação, que entra em 2021 com o pé direito: 

  • as startups brasileiras receberam um valor maior de aportes do que em 2019: de janeiro a novembro foram US$ 2,87 bilhões, segundo a Distrito, empresa que mapeia o setor.
  • as startups de varejo levantaram a marca histórica de US$ 542 milhões de investimentos, o que representa 103% do volume investido em 2019. 
  • houve mais de 100 aquisições de startups, ainda segundo a Distrito, superando as marcas de 2018 e 2019. 
  • duas startups tornaram-se unicórnio (valor de mercado acima de US$ 1 bilhão) este ano: a empresa de e-commerce Vtex e a fintech Creditas. 
  • o Brasil tem hoje 17 startups próximas de virarem unicórnio, segundo estimativa da empresa de pesquisa em inovação Tracxn.  

A equipe da Albert House estoura uma champanhe em homenagem às startups brasileiras, com votos de um 2021 no ritmo do galope de um unicórnio! 

Créditos da foto: Unsplash |Moritz Knöringer

Share post:

Leave A Comment

Your email is safe with us.